Amamentação: Não existe leite fraco!

Não existe leite fraco, ralo…o leite materno é fabricado de forma perfeita pra cada organismo.

Se alguém disser ao contrário, mesmo se for pediatra, peça para comprovar em artigos científicos ou exames; como não existe, é impossível mensurar a qualidade e quantidade de leite pra cada tipo de bebê, é algo exclusivo, só acreditar, confiar no corpo e se doar na amamentação livre demanda sem regras de horários. Se seu pediatra não for de acordo troque de médico, ou ignore dando peito ilimitadamente para seu bebê.

Amamentar é a melhor forma de imunizar seu filho, não existe tempo limite, após 1 ano o leite tem outras propriedades importantes, ele nunca fica velho ou desnecessário existem artigos científicos que comprovam.

Amamentação: Não existe leite fraco!

Amamentar ajuda no Pós parto, o ato de sucção do bebê principalmente quando a barriga dele está encostada na da mãe, se for pele a pele melhor ainda (como ocorre nos partos humanizados logo no nascimento do bebê ainda ligado ao cordão umbilical), proporciona o retorno do útero ao seu tamanho original de forma mais rápida e emagrece muito mais rápido.

Por isso quando o bebê dorme em cima da mãe (barriga com barriga) aumenta a fabricação de leite, ela acorda toda ensopada de leite que transborda pelo seu corpo; se vc quer ter leite e amamentar, esqueça um pouco os berços e diminua o isolamento do bebê, pelo menos nos meses iniciais.

Nessa fase vale muito a pena dormir com seu bebê amarradinho carinhosamente ao seu corpo com Sling (tipo de tecido que carrega o bebê coladinho em você), este é o melhor método, somente nessa fase de adaptação do bebê ao mundo externo; não se preocupe com o que dizem, que o bebê ficará manhoso, se acostumará….é uma fase apenas, pode não parecer, mas passa rápido e os próprios bebês começam a demonstrar sinais de mudanças comportamentais, geralmente a partir dos 3 meses passam a se interessar pelo mundo externo e as mamadas se espaçam mais (como dizem diminui o ritmo quase de 10 em 10 mim, e passam a conseguir ficar um pouquinho mais distante da mãe – por alguns minutos a mais…e em cada mês esse tempo se alonga mais um pouquinho; tem que ter paciência, tudo ao seu tempo). Mas, essas etapas naturais só evoluem se os pais derem muito afeto e sem intervir desnecessariamente como nos partos.

Não é uma fase para tolir o indivíduo (bebê) com métodos educacionais civilizatórios, ele ainda não desenvolveu raciocínio lógico, está em desenvolvimento; temos que ser menos ansiosos e exigir menos de um ser que acabou de nascer e tem longo processo de adaptação.

Permita que seu bebê demonstre o início de sua personalidade que inicia sua construção durante a amamentação (segundo a ciência da psicologia). Você começa a identificar através da observação quando quer comer, que sinais demonstra (expressão facial, corporal e linguagem de balbucio), quando está incomodado com fralda molhada; alguns bebês se incomodam mais rápido (trocar as fraldas pode tornar-se uma rotina avassaladora quase de 20 em 20 mim), outros bebês incomodam-se menos e resistem mais… Vai depender de cada bebê, da observação detalhada dos pais e de suas disponibilidades; durante esse processo “cai a ficha” e durante o convívio é que nos construímos pais e mães, no dia-a-dia é que se constrói a maternidade plena.

Retornando ao assunto da amamentação, para evitar empedrar, ocorrer a temida Mastite, sempre massageie seus seios em movimentos circulares com os dedos partindo da auréola próximo ao bico até a axila, com um limite de vigor até você sentir os nódulos amolecerem (se tiver muito duro compressa de folhas de repolho congeladas nos seios e nunca encostar no bico ou auréola – é milagroso – na hora você percebe o seio com aspecto de pedra, amolecer).

Fazer a massagem sempre antes e após as mamadas, ou durante o dia quando sentir vontade. Ao apresentar seu seio ao bebê, massagear antes ou durante apresentação permite que o leite saia mais fácil (no ato da massagem você percebe o leite escorrendo do bico – parece gelo derretendo).

Essa massagem no seio antes e durante a apresentação do seio ao bebê, amolece e diminui a auréola que deve estar bem molinha para você colocar toda (no máximo que der na boca do bebê), assim, facilita a mamada e evita dores durante a amamentação.

Na amamentação, nas trocas de olhares, na paciência e dedicação da mãe é que inicia a construção do vínculo materno (por isso é tão importante para a mãe e o bebê), “cai a ficha” de ser mãe. Nessa fase resignificamos, refletimos e analisamos sobre todo processo que vivemos desde a gestação.

No silêncio e nas pausas dos barulhinhos das sugadas, da movimentação do bebê que soca o seio, belisca, chuta o outro seio, olha pra te ver e sorrir mordendo o bico com a gengiva, se contorce com força todo seu corpinho para durante a sucção facilitar a soltar pum (porque os gases provocam dores, as temíveis colicas, e o único e melhor remédio é o seio materno), as puxadas de cabeça pra trás e para os lados que você acha que seio seio irá parar na porta…tudo isso que para as mães de primeira viagem é assustador (algumas acham que o bebê a maltrata, parece perverso, dói demais (dói mesmo)…tudo isso é de extrema importância para o desenvolvimento fisiológico e psicológico do bebê e da mãe; as mamadeiras não substituem esse processo, elas só nutrem o bebê (de forma artificial que não é saudável, foi criado para situações de emergência em casos de bebês sem mães e sem condições de aleitamento materno; mas na contemporaneidade tornou-se hábito errado por praticidade, porém prejudica a saúde do bebê ao longo do desenvolvimento, deixando-o com menor imunidade e resistência a doenças) para garantir que o bebê sobreviva, mas o leite materno é o melhor alimento para o bebê.

Temos que compreender que o seio materno não é somente alimento, é afeto, aconchego, construção de vínculo e objeto de adaptação do bebê com o mundo exterior (de acordo com a ciência da psicologia); o bebê testará o mundo em seu seio, permita este momento tão importante, você verá que em alguns meses, geralmente após 0s 2 ou 3 meses amamentar se tornará divertido, quando seu bebê olhar pra você sorrindo, quando você cantar e ele responder com um lindo olhar e sorriso nos lábios, quando ele quiser conversar com você fazendo balbucios com sua linguagem particular com o seu seio na boca enquanto mama… Você verá que tudo valerá a pena, as dores no início da amamentação (o peito se fortalece e fica “calejado”), as noites mal dormidas, o cansaço, falta de tempo pra si mesma…tudo isso passa e tudo vale a pena… O mais importante é seu filho ou filha, a “majestade o bebê”; permita que seu bebê se expresse, se satisfaça completamente com muito afeto e diminua o risco de distúrbios psicológicos e fisiológicos ao longo de seu desenvolvimento.

No nosso canto particular, no nosso mundo único mãe – bebe (onde os dois se tornam um só), onde geralmente sentimos vontade de se isolar um pouco nesse mundo materno (momento que deve ser respeitado); nessa fase é que inicia a construção de ser mãe, surgem duvidas, incertezas, e certezas quando fazemos algo que nos faz sentir orgulhosas e felizes de se sentir mãe de fato, algo particular que possui importância pra cada uma de nós.

Tornar-se mãe ocorre na construção gradativa na interação de cada etapa desde a gestação até o desenvolvimento do bebê. Viva e se entregue a estas fases que passam rápido, não se pode voltar atrás e são primordiais para construção mãe, bebê e para essa nova família; com parceiro ou não, já é uma família.

14 comentários sobre “Amamentação: Não existe leite fraco!

  1. ivanilde.ferraz

    Amei o artigo…. Estão de parabéns. Fiz isso com minha filha,hoje ela está com 13 anos.. É uma garota inteligente e muito segura de si!!! Acho que fiz um bom trabalho.
    Hoje tenho uma neta tento orientar minha nora estamos caminhando bem.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada Ivanilde pelo seu comentário, por dividir sua experiência conosco.
      Você realmente fez um excelente trabalho, e que trabalho…só nós mulheres que amamentam ou as que tentam mesmo que por muitos motivos não conseguem amamentar… Somente nós que vivenciamos na pele, sabemos como é trabalhoso, apesar de ao mesmo tempo ser tão maravilhoso e prazeroso…porq amamos tanto nossos filhos.
      Feliz porq você está conseguindo transmitir todo seu conhecimento e ajudando sua nora. 👏👏👏

      Curtir

    1. Querida tenta seguir aquelas instruções no post, colocar ela na posição barriga c/barriga, sempre q ela virar o rostinho para os lados abrindo a boquinha antes de chorar é sinal de oferecer o peito…dar sempre o seio quando ela solicitar…o bebê sugando bastante e você olhando pra ele, tentar olhos nos olhos libera os hormônios do aleitamento que vem do cérebro (pra atrair o bebê a te olhar, cante alguma música eles adoram). Antes de oferecer o seio aperte um pouco na lateral do mamilo pra sair um pouquinho de leite q não sentirá dor qd começar a sugar.
      Realmente é no trabalho de sugadas do bebê q o leite é fabricado na hora, tem q ter muita paciência. Não oferecer chupeta…a chupeta faz confusão de bicos prejudica na amamentação o bebê não consegue mamar direito, provoca o desmame. Estou escrevendo tudo aqui…porq são muitas questões q provocam a diminuição do leite, além das que escrevi no post. Dormir com o bebê agarradinho em vc estimula, não limitar horários achando q já mamou demais, ou tá dormindo ou brincando com o peito…se o bebê está no peito deixa, não tire…ele tá trabalhando na descida do leite. Espero q tenha ajudado…porq muitas praticas podem melhorar isso, a descida do leite depende da ocitocina (muito chamado de hormônio do amor, ele que faz o leite sair, que promove a expulsão do bebê no parto normal e a saída da placenta de forma natural…), a saída é fabricação do leite também tem muitas questões emocionais (vale muito a pena ir em algum psicólogo). Sempre é bom manter contato pele a pele com bebê evitar berços na fase inicial (use mais o Sling- amarrar ele em um pano no seu corpo) o contato com o bebê direto aumenta a produção de leite. O tipo de parto tamb.é importante na fabricação de leite, a cesariana muitas vezes dificulta o organismo não compreendeu que pariu (não era a hora do corpo parir, os hormônios não foram liberados de forma natural, e muitas vezes prejudica na amamentação), e na cesariana o bebê fica isolado da mãe no berçário assim q nasce, não tem contato pele a pele e isso tamb.prejudica em muitas mulheres a saída do leite… São tantos fatores… Não sei detalhes dos seus hábitos com o bebê pra dizer de fato, estou tentando ajudar colocando as principais possibilidades…nunca oferecer nada além do leite materno nem água, nem chás. E o principal por mais q o fator seja emocional nunca se culpe pelo aleitamento não estar ocorrendo bem…mas acredito que vc seguindo esses conselhos possa te ajudar. O principal evitar escutar pessoas negativas, tirar essa preção de quero ter leite, tentar relaxar no processo, ficar com o bebê bastante em vc, deixar ele estimular e o leite virá. Infelizmente a licença maternidade é cruel p/mães..atrapalha amamentação, porq colocam as máquinas bombinhas, mamadeira, chupeta, tem q se distanciar do bebê para trabalhar e isso diminui o leite, provoca o desmame…infelizmente a sociedade é cruel de fazer licença tão curta no Brasil, na Europa são longas até o bebê introduzir alimentos para ajudar as mulheres amamentarem. Qualquer coisa estou aqui e tento ajudar no possível.

      Curtir

  2. Juliana

    Ola Quiteria. Acabei de conhecet seu blog e a foto dos leites, magro e gordo , chegou na hora certa. Entendo tudo que diz respeito aos leites. Embora acredite que mesmo com a pega correta, com tudo certinho, ha mulheres que possuem o leite gorduroso “mais gordo” que outras.
    Acho q o MEU leite gordo não é tao gordo! Algumas vezes minha filha, que vai fzr 3 meses dia 29, seca o peito e parte pro outro. Aqui é LM exclusivo e em LD. Mas nao vejo q ela engorda como a maioria dos bbs que mamam exclusivamente.. Isso me deixa triste. Pq gostaria q ela fosse gordinha apenas com meu leite. “Tb sei que gordura não é sinal de saúde etc etc etc…” Mas me frusta ver q apenas minha bb nao se mostra cheia de dobrinhas como a maioria dos bbs q apenas mamam no peito. Tenho mtooooo leite. Minha produção é boa, mas eu queria saber como fzr p deixar meu leite “mais gorduroso”.
    Alguma dieta especial por exemplo??? Fico no aguardo! Vc pode ver as fotos dela no meu IG julinharc1978

    Curtir

    1. Oi, Juliana. Mas a sua filha está no peso ideal? Qd vc foi no pediatra disse q o peso dela está bom? Porq se o peso dela estiver bom, não tem c/q vc se preocupar. Não sei se vc só está querendo muito vê-la c/aquele padrão de mil dobrinhas q todo mundo faz pressão q o bebê tem q estar “gordinho” sendo saudável ou não. Como vc mesmo disse gordura não é sinônimo de saúde. Se sua filha estiver no peso ideal e aparentar mais magra, fora dos padrões das “dobrinhas” sei q é difícil porq faz parte da cultura brasileira, tente não se importar c/o q dizem. Cada cultura cria uma imagem de tipo de bebê no Brasil as dobrinhas parecem saúde em alguns lugares do exterior as pessoas não gostam…vai entender. Se cairmos na pressão das pessoas ficamos enlouquecidas e não vivemos. Curte sua bebê q na LD deve ser saudável e não terá problemas de obesidade no futuro; talvez esse é o biotipo dela, é bom compreender isso.
      Mas não sei se na sua LD se vc permite q ela mame até dormir nele e rejeitar o peito, vc faz isso? Vc consegue algum lugar reservado sem muito estímulo pra vc ficar amamentando ela na tranquilidade? Porq mesmo aparentemente dormindo qd o bebê tem o seio preso a boca, mesmo no sono a boquinha da umas sugadas e o leite por menor q seja o fluxo pinga…se vc ficar pacientemente sentirá depois q o seio q tava murcho volta a encher, tem uma sensação de dolorido, é a nova leva de fluxo de leite, só existe uma troca de aumenta e diminuiu… Porq a LD é processo lento, cansativo, apesar de lindíssimo requer demais da mãe e vc sabe bem…as vezes uma mamada até o bebê dormir no seio pode levar 1h, 1h e meia ou mais …depende de cada bebê (sabendo q não se deve estipular horários, nem restringir ou tirar o peito achando q já mamou demais; e sempre a posição barriga com barriga, dormir c/bebê amarradinho em vc pra estimular o leite é ótima dica), se o ambiente for barulhento, estressante pode complicar o processo, porque a saída do leite depende da Ocitocina (a mesma q faz o expulsivo do Bebê no parto natural, o tal hormônio do amor)…a voz do bebê, olhar nos olhos durante a mamada enquanto tá acordada, vale cantar, conversar antes do bebê dormir…tentar atrair o bebê pra si, dizer palavras bonitas dar carinho…tudo isso na amamentação estimula Ocitocina, aumenta fabricação do leite libera os hormônios no cérebro; por isso é importante também o ambiente, música calma, mãe tranquila 24hs por dia só c/bebê, sem bombas de sucção, sem chupeta, sem mamadeira…uffa… Estou tentando imaginar no q posso te ajudar, como não sei como é seu ritmo de vida c/sua filha, se existem fatores q estão atrapalhando To tentando dizer coisas q não escrevi no post p/vc tentar fazer as q estão no post e essas q escrevi..tentar exercer isso. Depois escreverei sobre a fabricação e a saída do leite. Pena q ainda estou amamentando livre demanda e não consigo fazer consulta pessoalmente pra ajudar as pessoas como vc. Porq realmente amamentar é quase uma ciência, só q muito particular, cada um requer algo diferente; mas no geral são essas coisas q escrevi. Espero q consiga te ajudar, qualquer coisa estou aqui.

      Curtir

      1. Juliana

        Uauuuuu!!!! Encantada!!!
        Vc é uma mestra no assunto…
        Vamos lá às respostas..rs
        Na ultima consulta de 2 meses ela estava com 4.315kg e 56cm Ela nasceu com 3530kg e 49cm. Moro em Recife e fui ao hospital IMIP, referência em aleitamento materno, numa terça-feira. Ela estava com a pega errada e eu cheia de fissuras e dores. La pesamos ela, que estava com 3170kg. A enfermeira me ensinou a dar o leite gordo (ordenhar o magro pra oferecer dps) e voltar em uma na sexta-feira da mesma semana pra pesa-la de novo. Feito isso e ela alcancou 3680.
        A pediatra disse que ela eh mais comprida do que a média. E disse q ela está bem.
        Sim, na LD ela mama o tempo q achar necessário. Em geral adormece na mama e sempre prende o peito, mesmo estando em sono profundo. Eu nao tiro, sempre espero q ela solte. Embora tenha outra filha de 8 anos q requer minha atenção, tenho um cantinho p amamenta-lá tranquilamente. Fico bem neurótica, principalmente pq minha prima teve bb 1 mes e 3 dias dps de mim e a bb dela eh imensa!!! Parece até ser mais velha q a Marina.
        Bom… Vc me ajudou MUITO!!!! Só em me “ouvir” e dispor do seu tempo pra me ajudar, ajudar quem nao conhece com toda paciência do mundo, tentando entender o que se passa na vida do outro, sugerindo alternativas, propondo soluções… Nossa.. Como eh gostoso podermos receber esse conforto, quando o mundo (sua mae, suas tias, vizinhas) te acha insuficiente.. Diz que teu leite é fraco, que teu bb não é gordinho, que vc deveria dar mamadeira… Ouvir isso de alguem que nao me conhece pessoalmente.. Nossa.. Me emocionou!! Obrigada e vou tentar fzr mais coisas que vc citou.. Ahhh, amanhã será a consultoria dela de 3 meses. Virei aqui comentar o quanto q ela creceu e engordou! 😉 OBRIGADA E UM SUPER BEIJO!

        Curtir

      2. Eu que estou muito feliz em vc estar se sentido melhor com o que falei. O principal é realmente vc estar bem emocionalmente, segura e forte que sua filha sentirá e todo esse emocional positivo libera ainda mais leitinho pra ela😊 Realmente o que atrapalha as mulheres da gravidez até a amamentação são as inúmeras pessoas fuzilando nossos ouvidos c/coisas negativas e terroristas q atingem forte as questões emocionais e se deixarmos, não seca só o leite, seca a alma tamb.
        Ignore os pessimistas sem conhecimento e continue cuidando da sua bonequinha, vi as fotos é muito comprida, lindinha…e tem dobrinha naquelas pernas e todo bochechuda…ela é uma fofinha saudável e não c/aspecto de bebê obeso e inchado de fórmula química q não é saudável como o leite materno. Felicidades pra vcs👏👏😄

        Curtir

      3. Juliana

        O trabalho que vc faz é um dom. Eh divino.
        Vc se doar pro próximo sem ter retorno financeiro, hoje em dia, é difícil de ver.
        Saber que vc tira do seu tempo, pra ajudar estranhos, faz de vc alguem iluminada.
        Com o seu trabalho, acredito que mesmo sem saber, vc nos devolve a força e a alegria de continuar, sabendo que nosso instinto está nos levando pro caminho certo.
        Que mulher magnífica que é vc. E quem apenas te conhecia da tv (como eu!), nao sabe o que está por traz de uma linda mulher sambando… Uma mulher preocupada com o próximo e disposta a ajudar! Poxa…
        Estou sem palavras… Lagrimas e leite me rolam agr.. Rs
        Vou alimentar minha jóia que acabou de acordar… (Ela dorme às 20 e acorda às 3hs pra mamar!! 😍).
        Mais uma vez, OBRIGADA!

        Curtido por 1 pessoa

  3. Juliana

    Oi Quiteria, boa tarde. Tudo bem??
    Naquele dia fui à pediatra como te falei.
    A Marina está engordando, em média, 22,22g por dia.
    Para 3 meses ela está com 4,890kg e 61,5cm. Segundo a pediatra, ela está bem e com o peso dentro do esperado. Deveria estar com 53cm p idade, mas esta acima e talvez por isso não percebo suas dobrinhas. Como nem sempre ela seca o peito, a pedi lhe passou uma vitamina Protovit e pra mim o Materna. Ela acredita que assim Marina terá mais fome e vá secar os dois peitos. No geral ela recebeu nota 10!😍 Obrigada por todo o suporte. Bjss😘😘😘

    Curtido por 1 pessoa

  4. Vanessa

    Oi Quiteria! Preciso de ajuda. Minha bb fez um mês dia 12/11, e na consulta descobrimos q ela só engordou 140g em 20 dias. A pediatra disse q o minimo sedia 400g, 20g/dia. E passou um complemento. Meu marido deu a primeira mamadeira. Me senti um lixo, lixo cheio de leite. Nao dormi, procurando mil estratégias de contornar essa situação. Fui em outra pediatra e suspendemos a formula, graças a Deus foi apenas 1 mamada. E estou desde sexta lutando para engordar ela apenas no meu peito. Amanhã voltaremos para pesar. Estou dormindo com ela no sling. Amamentando por 1h, quase q de hora em hora. Mas a impressão q tenho é q ela se esforça e nao mama tudo. Suas fraldas estao mais secas e o coco diminuiu. Quando ordenho na bomba sai bastante leite. Entao acabei oferecendo no copinho e na sonda. Mas nao quero isso! Quero curtir o momento com minha filha como estava sendo. Ja tirei a chupeta! A pega dela é boa, nao sinto dor. Nao sei onde posso estar errando! 😔

    Curtir

    1. Oi, querido. Imagino que seja difícil pra vc, pelo q entendi vc está fazendo de tudo. Difícil falar sem ver de perto a amamentação c/sua bebê; primeiramente não se culpe, os fatores emocionais interferem na saída do leite. Sei q é difícil nessa situação pedir relaxamento e calma, porém é fundamental. Sei q a preocupação e ansiedade só aumenta, mas tente curtir a amamentação, admirar sua filha, falar coisas q sente por ela, coloca uma música relaxante q vc goste…estou tentando te ajudar na parte emocional para vc não ficar tanto o aumento de peso porq apesar da importância o excesso de preocupação está inibindo…é natural isso acontece. A maioria das mulheres sempre passam em algum momento problemas na amamentação (porq são de fundo emocionais) tamb.passei alguns problemas no início, dor, peito rachado e sangramento…superados porq como vc meu amor e prazer por minha filha e a amamentação fizeram vencer todos obstáculos.
      Porém te aconselho fazer o q eu fiz; contratei uma consultora em amamentação, ela vai em casa, observar toda amamentação e orienta se tem algum problema. Existe este serviço em hospital especializado e público onde tem banco de leites, no RJ tem no Hospital Fernandes Figueira no Aterro. Se vc não for do RJ deixarei contato de uma excelente consultora em amamentação e psicóloga perinatal, ela faz consulta na sua casa (custará menos do q gastar c/complemento e etc…) e pode indicar consultoras q trabalham perto da sua residência.
      Contato: http://www.psiperinatal.com.br

      Não posso realizar diagnóstico ainda mais em uma mensagem, mas como sua filha só fez um mês, mantenha a calma e não entre em pânico, porque é natural todo recém nascido perder até 300g após o nascimento; diminui líquidos, inchaço… Minha filha nasceu 3,800kg, ela na consulta com pediatra tinha perdido só 100g ainda estava no crédito, eu oferecia o peito ela sugava e nem sabia se tinha leite, eu nunca me preocupei ou fiquei analisando se tinha ou não leite…deixava ela ali no peito e curtia aquele momento, me dava muito sono (por causa do excesso de hormônios) e dormia com ela, ficava lendinha. Como ela nasceu em casa e proíbem no Brasil médicos fazerem procedimentos de nascimento em casa ela só foi na pediatra após 15 dias de nascida; mesmo assim procurei pediatra antroposófica q é raro passar medicamento, só em último caso; este tipo de médico é difícil encontrar e não aceitam plano.

      Vc tem bastante leite como disse, tem muito amor e dedicação; sua bebê é nova está se adaptando a ordenha ela mesma fará, é um ato de muito esforço p/bebê q fica super suada…aprecie esse momento e curta; essa fase Pós parto inicial é complicada cheia de dúvidas e medos, mas afaste eles. O
      Primeiro profissional deveria não ter te apavorado e ter dito q no primeiro mês após o nascimento os bebês geralmente perdem até 300g, é natural, com calma ganham rápido; no lugar de te indicar complemento deveria ter indicado consultora em amamentação. Infelizmente a maioria dos profissionais de saúde desconhecem e nada sabem sobre amamentação; pra eles é mais fácil oferecer suplemento do q ajudar a mãe na mamada, mas eles não entende q pra nós e p/bebê não é só trocar o alimento, é muito mais do q isso. Desejo q vc se encontre nessa fase de adaptação das mamadas e de ser mãe; essas fases passarão, só nos faz fortalecer. Acredite e permita q sua bebê ordenhe sem a máquina.
      Massagei o seio, deixe p bico e auréola bem moles e pequenos, ofereça introduzindo o máximo da auréola q puder na boquinha dela com o bico em direção ao céu da boca da sua filha….relaxe, sinto o prazer da mamada e acredite nesse mágico momento e tudo ocorrerá bem. Se entregue, tente se preocupar menos e se possível chama consultora em amamentação. Bjs!

      Curtir

      1. Vanessa

        Oi Quiteria! Passei uma semana tirando leite na bomba e oferencendo atraves de sonda 2x por dia e minha filha engordou 200g. Resolvi curti o momento e passei o fds somente no peito sem ordenhar. Ela engordou somente 10g em 3 dias 😩 uma consultora veio aqui, ela pega e suga bem, eu tenho leite. Estou fazendo acompanhamento no banco de leite, vamos fazer exames p tentar descobrir pq ela engorda com meu leite na sonda e nao engorda tirando ele no peito. Ja foi verificado freio, lingua… Tudo! Ela é uma bb ativa!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s