Educar desde pequenos contra intolerâncias e preconceitos.

12250099_10205567411007810_6603311584457218584_n
Com minha amada filha Elena.
Novembro é o mês do dia da Consciência Negra, uma data simbólica, porém muito relevante como reflexão, não somente sobre a história da nossa origem e cultura afro, lutas, exploração e conquistas; é o dia da consciência de todas as formas de preconceitos e intolerâncias.

Simbolismo de uma data que deve ser pensada e refletida sobre nossas ações em todos os dias; todo dia é dia de conscientização. E refletirmos: O que estamos fazendo para mudar e melhorar todo tipo intolerância e discriminação ?

A intolerância e discriminação não é algo isolado do “outro”, de quem discriminou, faz parte da nossa vida como ser social, a responsabilidade é de todos nós. Devemos nos questionar de que maneira transmitimos essa responsabilidade social e de humanidade a nossos filhos, para que eles não se tornem futuros discriminadores, intolerantes e preconceituosos.

O intolerante e o preconceituoso não nasce assim; ele aprende, é através da observação de suas referências que ele absorve este mal da humanidade, reproduzindo e praticando de diversas formas.

A consciência negra, é consciência social, consciência contra qualquer espécie de preconceitos e deve ser ensinada desde pequeno na família. Por isso aproveitei o presente da @blackallure.turbantes para vestir minha filha com turbante símbolo da cultura afro e quando a mãe usa o filho se espelha, se inspira, copia o modelo por admiração materna, por achar lindo…e memoriza essa referência de que ser negro, ter padrões estéticos diversos é sempre lindo e aceitável, a diversidade é importante para nos tornarmos mais humanos, tolerantes e contra as diferenças; porque somos todos iguais!

Elena nasceu branquinha, dupla nacionalidade, sobrenome italiano, mas isso não a faz não ser de uma origem africana, isso não a faz não ser negra, a não respeitar e não se sentir parte da história de um povo que é seu povo…essas coisas devem ser ensinadas aos nossos filhos por todas as famílias, preto, branco…somos todos misturados, somos todos iguais e não existe raça pura. Mesmo quem nasceu com a pele branquinha como a minha filha também tem raízes africanas, também é negro; querendo ou não aceitar este fato.
Aproveitei e conto histórias africanas pra minha filha, contarei em toda sua vida, sobre os reinados africanos, as riquezas e toda história… Se toda família exercesse este tipo de educação que faz parte da cidadania não teríamos tantas intolerâncias e desgraças como estamos acompanhando nos trágicos atentados terroristas.
Terrorismo é intolerância, terrorismo é questão social, os embates religiosos fazem parte de um todo social; é a falta dos pais educarem e darem exemplos desde pequenos contra todas as formas de preconceitos!!!

Aproveite e promova uma educação consciente com seus filhos desde bebês, divirtam-se; eu escolhi o turbante para ensinar sobre um povo, uma cultura….utilize outros objetos símbolos de outras raças, povos, mostre para seus filhos que ser diferente é normal; que o diferente de nós não é estranho, esquisito, é como nós…assim construiremos uma humanidade mais tolerante, menos preconceituosa.

Todo dia é dia de consciência!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s